Wall, do WWL Rap, expõe cotidiano difícil dos negros em “Coisa de preto”



O rapper baiano Wall, do grupo WWL RAP, lançou quarta-feira (06) a música Coisa de Preto, que segundo ele, “promete ser um dos principais lançamentos do rap baiano neste fim de ano e pode ser o botão a se apertar para ter maior notoriedade na cena”.

Em Coisa de Preto, o mc versa sobre questões cotidianas sobre o ser negro no Brasil, como ele é visto na sociedade e aborda questões polêmicas, como a ação policial e as mazelas do ofício de empregada doméstica, por exemplo. Confira!

A música, cujo nome faz alusão a polêmica declaração do jornalista William Waack, conta com um instrumental envolvente assinado por Heetz, beatmaker também baiano, de Simões Filho.

“No país onde o policial que é preto

Sobe o morro e mata preto

Como se o preto fosse o culpado pelos problemas do gueto

Bota algema no nego e leva pra jaula pra pagar

pelos crismes do sistema...”

(Wall - Coisa de Preto)


© 2020 - RapZeroSeteUm - Todos os direitos reservados