Manual Anti-Sistema, disco em parceria de Boneco Gangster e Rapaziada do Morro



"Manual Anti-sistema", esse é o nome do disco produzido em parceria do Boneco Gangster com Rapaziada do Morro. O trabalho foi uma união de dois projetos de discos solos em andamento, como conta Boneco. Ele e Mano Guina, do Rapaziada do Morro, entre tantas trocas de ideias, decidiram juntar seus trampos e produzir um único disco, um verdadeiro manual anti-sistema.

Siga o canal "Rapaziada do Morro e Boneco Gangster" e escute o disco completo.

Com estilos bastante parecidos, trazendo pra galera aquele rap pesado, agressivo, segundo ele “para meter o dedo na ferida”, unir seus trabalhos não foi difícil. Boa parte das faixas, que totalizam 15, já foram lançadas e a opção de não soltar o CD todo foi na intenção do público curtir aos poucos o novo som deles.

"A musica que intitulou o disco “Manual Anti-Sistema”, veio pra bater de frente com o sistema e pra mostrar como as pessoas se deixam influenciar pelas coisas televisionadas", analisou Boneco Gangster


Produção realizada no estúdio Aprec em Aguas Claras

CONHEÇA OS RAPPERS:


Boneco Gangster (Anderson), de 27 anos, morador do Beirú (Tancredo Neves), iniciou no Rap em meados de 2009, mas só subiu ao palco no final de 2010 com o grupo Estado Emocional. O grupo não existe mais, e de lá pra cá, Boneco vem atuando em trabalho solo. Fez participações com Delatores do Ódio, Rapaziada do Morro, Consciência Negra -de Brasília-, Rel Firma Zica -do Paraná-, Fral O Realista do Instinto Sanguíneo e Mano Jel do Tática Verbal.


Mano Guina, de 38 anos, morador de Cosme de Farias, agora único integrante do Rapaziada do Morro. Grupo que surgiu há 15 anos atrás depois de uma roda de conversa com seus amigos, antes composto por Mano Guina e Mano Marcos. Curtia rap desde novo, na época, em vinil, ouvia muito Gabriel O Pensador, Racionais e através disso conheceu outras pessoas que também cutia e passou a ir para os eventos com eles.

Os dois partilham na produção das suas letras assuntos do cotidiano, tudo o que eles vivem, criticam o sistema e tentam abrir a mente da galera que está alienada com as propostas que eles impõem, “Eu tento passar para a molecada de hoje em dia as consequências das escolhas, deixar a vida do crime, incentiva os estudos”, contou Mano Guina.

Aguardem que vem por ai mais 5 faixas que segundo eles “Vem pra mostrar a realidade nua e crua, pra fazer refletir”.

Ouça o último lançamento do disco, a faixa "Jesus está voltando":



© 2020 - RapZeroSeteUm - Todos os direitos reservados