Julho das Pretas - Udi estreia em carreira solo com o single Pretas no Poder

Atualizado: Ago 1


Para representar o Julho das Pretas, mês ao qual celebramos no dia 25, o Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha e o Dia Nacional de Tereza de Benguela, a rapper Udi lançou, nesta quarta-feira, 29, seu primeiro single em carreira solo ‘Pretas no Poder’.


“Essa música diz muito sobre o poder que a mulher preta tem e sobre a energia que nós podemos colocar nas coisas. Apesar das mazelas que sofremos, ela é a afirmação de que podemos nos reinventar e ser várias em uma só”, explicou Udi.

O lançamento faz parte da campanha #LançaUdi, em que através de três etapas: direcionamento para o canal no youtube, escolha do single feita por meio de votação e lançamento; a artista busca se aproximar e conquistar o público a partir da participação deles na produção seu trabalho.


Visite o canal de Udi Santos no youtube aqui.


Segundo ela, entendendo como o mercado da música especificamente do Rap funciona no Brasil, a melhor forma de conquistar seu espaço até construir uma carreira sólida é através do lançamento de uma sequência de singles.




Com a participação da pequena Ana Luíza, sua afilhada, de apenas 5 anos de idade, Udi busca reafirmar ao público a importância do empoderamento para as crianças pretas, fazendo com que elas enxerguem sua força e a de outras mulheres, seja através dos seus sentimentos, da sua força de vontade ou da sua arte.


O trecho “kameha, Kameha” é um exemplo, em que através da brincadeira que faz referência a o ataque de energia que é a "assinatura" de Goku em Dragon Ball ela reafirma a força que cada mulher tem dentro se si.

‘Pretas no Poder’ tem beat, capitação e mixagem, produção musical, fotografia e Animação/edição/finalização de SMPLSMENTE. Com direção, produção musical e maquiagem de Udi. Já figurino ficou por conta de Cleciane do Carmo, Hair de Tayane Santos e produção também de Erica Oliveira.


Assista o clipe:



Carreira solo

Dando início a sua carreira solo, Udi, ex integrante do grupo Visioonárias, já experiência e conhecimentos do cenário do Rap no Nordeste. Com apresentações em palcos como Live Festival Nacional Hip-Hop tá em Casa, Festival Elas por Elas (RN), apresentação no Fórum Nacional de Mulheres do Hip Hop (SE) e outras vivências que vem acumulando ao longo desses três anos na música.


A partir desse novo momento a artista promete trazer uma mistura de rap, trap, pagode e funk tornando seu show um mix de sons, e em suas composições se propõe a abordar temática sobre suas vivências, empoderamento, perspectiva de vida, debate sócio/racial, entretenimento e informação.

© 2020 - RapZeroSeteUm - Todos os direitos reservados