DV REC traz projeto acústico para cena de Lauro de Freitas

Bom ou não, 2018 foi o BOOM dos acústicos. Mesmo com a aprovação de apenas uma parcela do publico, ficou nítido que as produções se intensificaram, gerando mais e mais parcerias entre rappers, inclusive dos que são mais aclamados pelo público. Já para quem tem um pé atrás, todas essas produções foram mais uma forma de comercialização da musica, além da fuga rítmica do Rap.


As divergências de opiniões não foram suficientes para impedir a DV REC de tocar a proposta dos acústicos. O DV Sessions, idealizado por Zidane - responsável pela DV REC -, é um projeto de sons acústicos que tem como proposta reunir mensalmente artistas de Lauro de Freitas (Região Metropolitana de Salvador), promovendo o intercâmbio entre os gêneros R&B e o Rap. Sua primeira edição chamada ‘Como não querer’, foi lançada no dia 4 de fevereiro e contou com a participação dos rappers Kasim e Don Biel.



Em conversa com o RAP071 sobre a visão negativa de uma parte do publico sobre o acústico, o idealizador do projeto acredita ser apenas uma barreira inicial com o que é novo, mas com o tempo essa resistência contra o som será deixada de lado.


“Acredito que a música não tem fronteiras e o rap por ser um estilo de música que tem essa questão do enfrentamento e conscientização não poderia está com esse diálogo quando o assunto é um subgênero. Mas gente vai dar uma nova cara pros acústico com o nosso jeito favelado de ser”.

Para Kasim, que já está na cena a cerca de 7 anos, realizar essa parceria com a DV REC (estúdio que já desenvolve seus trabalhos desde o começo da carreira) e com Don Biel foi uma experiência prazerosa.


É sempre bom trabalhar com os amigos. A troca de ideias e a sincronia ficam bem mais fáceis. Todo mundo se conhece e isso se torna mais simples de fazer acontecer

O clipe conta as imagens de Daniel Pujol, edição/mixagem/masterização de Zidane/DVREC e os instrumentais de guitarra e baixo foram feitos por Kikito José.

© 2020 - RapZeroSeteUm - Todos os direitos reservados