Como um tiro na testa, Dois As e Jhomp podem derrubar alguém com essa track; ouça o single Bagaço


A relação entre o rap e a verdade escrita nas suas letras sempre foi tema para debates acalorados, faixas ameaçadoras e muita cobrança por parte daqueles que estão sempre nas ruas. Com o nítido foco em derrubar os "falsos mc´s" - músicos que se apropriam da realidade e linguagem do gueto para ascender na carreira -, o rato Dois As e Jhomp Smith (Nós por Nós) gravaram o single "Bagaço", e não pouparam comparações entre as vivências de dois mundos bem distintos vividos pelos envolvidos com o rap na Bahia.

""Faz muita zuada, mas só que o freestyle é feio / De 10 shows faz 0,5 e os becking vocal 9 e meio / Sua fã base sai do meio, quando com a caneta te lapeio / Sensação que te fode: a verdade veio"

(Dois As - Bagaço)

"É muita mentira, man. Fiquei possuído, peguei um beat e enchi de verdade", contou Dois As ao RAP071. As verdades citadas pelo mc não fazem nenhum floreio nos seus ataques, mas também não envolvem o nome de nenhum outro músico. Uma das situações questionadas em "Bagaço" é se o rap que representa a Bahia no Sudeste é cantado por quem vive o que fala, ou se apenas estão se apropriando de um cotidiano comovente, mas que não condiz com o dia a dia do compositor dessas letras, quanto mais quando são feitas em forma de crítica.

Jhomp é quem abre a "caixa de ferramentas" para distribuir bordoadas em formas de linhas. Algumas analogias são bem cruas e enfatizam as diferenças de quem vive nas favelas e de quem vive em regiões privilegiadas financeiramente de Salcity. Referências às disputas sociais da América Latina também estão presentes na real punch line de Jhomp, como a citação de Fulgencio Batista (Ditador derrubado pela Revolução Cubana em 1959), e Ernersto Che Guevara (guerrilheiro político argentino-cubano), um dos carrascos do ditador.

"Vou fazer uma pergunta, seu moço, quem foi que viu? / Na porta da sua casa, madruga e pé de civil? / Tu sabe mesmo é falar, suas histórias, suas novela / Gueto gourmet arrombado com discurso de favela"

(Jhomp - Bagaço)

Ouça o tiro: "Bagaço".



© 2020 - RapZeroSeteUm - Todos os direitos reservados