Tire sua própria conclusão! Saymon Contreiras e Cintia Savoli lançam a faixa 'Você Sabe', co

A questão é tão simples quanto dois mais dois é igual a quatro: "quem é que ta na cadeia, quem é que ta no shopping? Quem é que tá sorrindo, quem é que tá chorando? Quem é que tá no carro, quem é que ta no busão? Quem é que tá de empregado, quem tá de patrão?". Esse é o questionamento da nova música de Saymon Contreiras com participação de Cintia Savoli. O título da música? "Você sabe". Fruto de uma parceria que se fortaleceu em pouco mais de um ano e meio, a música "vem muito a calhar com o momento atual", como aponta a própria Cintia Savoli. Ela foi convidada por Saymon após a sua participação no evento 'Licença pra chegar', que é produzido pelo próprio rapper ao lado de outros idealizador

Do surgimento ao mais novo som; conheça o grupo Visão Oráculo

Composto por Sizo, Brizza e Prof. Locco, o grupo Visão Oráculo começou seus trabalhos em 2018 com o lançamento da faixa “Um de Nós”, que tem produção de Nino X do PinaunaREC, filmagem da BeckVideos e mixagem/masterização por conta do próprio Sizo. “Um som com mensagem de protesto sobre a realidade com objetivo de ver mudança” É assim que os integrantes do grupo definem essa musica. A faixa aborda a opressão policial sofrida pelos jovens negros da periferia, criminalidade e a alienação que se alastra cada vez mais na sociedade, expondo o que já faz parte do seu cotidiano. De acordo com Prof. Locco, “a música estará no projeto de EP que o grupo está trabalhando”. “Eles dizem que preto é igual

Um grito de dor e de garra: NegaFya engrossa discurso sobre a "Solidão da mulher preta"

"Mulher, um ser que resisti e é firme. Mulher, quanto mais melanina tiver maior a sua dor, pouco se tem amor. Tudo isso para nós é um fator. Você sabe o que é isso?" A poesia marginal de NegaFya, intitulada 'Solidão da mulher preta', representa um grito de desabafo para quem, na pirâmide da nossa sociedade, ocupa a última cadeira. Um grito de quem sofre pela cor da pele e por ser mulher. Não só um, nem outros, mas os dois. Elas, que até mesmo dos homens negros, são tratadas com desprezo. "Você, que sempre foi feita para casar; enquanto eu, mulher negra, nós mulheres negras, servimos só para transar. Saciar o homem branco, homens negros que também vivem a nos maltratar" Poetisa, MC, artista

‘Mundo Fictício’: conheça a primeira composição do grupo BlackSpot, formado pelos rappers Elk e M2K

Mais um som acompanhado por um videoclipe chegou para fazer barulho na cena. Os rappers MC Elk e M2K, que juntos formam o grupo BlackSpot, fazem denúncias sociais recheadas de críticas ao governo em ‘Mundo Fictício’, lançado no último sábado (10). O primeiro single do grupo, formado em dezembro de 2017, traz versos firmes que apontam a censura e a imposição exacerbada do Estado. A intenção não é só levar diversão ao público, mas também conscientizar sobre a realidade. É um apelo social e político. “A minha ideia é passar para a sociedade uma mensagem concreta do que estamos vivendo, expondo as minhas ideias por meio da poesia”, afirma Mc Elk. Com produção de Mirian Gabriela e direção de Marc

Preparando novo álbum, RBF lança clipe filmado na praia da faixa 'Bagaceira'

Quem não gosta de reunir os amigos para fazer aquela bagaceira na praia? É nesse clima de descontração e diversão que o grupo RBF (Rapaziada da Baixa Fria) lançou a faixa 'Bagaceira', que estará presente no próximo álbum do grupo, intitulado 'Novas Formas'. Filmada na praia do Buracão, no bairro do Rio Vermelho, a música tem como objetivo motivar os moradores das comunidades a ocuparem e celebrarem nos ambientes naturais. O ritmo de 'Bagaceira' foi fundamentado na musa da música africana, Cesária Évora. A já falecida cantora de Cabo Verde é uma das principais inspirações do grupo, além de outras referências negras, como Fela Kuti, James Brown e Itamar Assumpção. RBF é um dos grupos de rap ma

Em seu primeiro clipe, ErriVance versa sobre vivência em Cruz das Almas

“Interior Terror”. Esse é o titulo dado ao primeiro clipe de ErriVance, lançado no dia 10 de Março, com produção musical do Studio LK 075 e dirigido por MK. A capa quem assina Carolina Meireles e a produção visual, TARJA PRETA74. Na faixa, o rapper relata a sua vivência dos últimos seis meses que esteve em Cruz das Almas - Recôncavo baiano-, trazendo varias imagens do seu cotidiano. O clipe possui gravações também em Jacobina, juntando os dois interiores que o músico representa desde que iniciou seu caminho no rap. Em cima do instrumental de “Fuck me Pumps”, de Amy WineHouse, ErriVance traz uma releitura em boombap, versando sobre questões do reconhecimento da cena do Rap, que segundo ele, “

Entrevistamos as jornalistas que produziram o doc Hip Hop com Dendê, exibido no FSM; confere aí

Hip Hop com Dendê. Esse é o nome do curta-documentário produzido e dirigido pelas jornalistas Fabíola Aquino e Lilian Machado, em 2005, e exibido na Mostra de Filmes, que integra o Fórum Social Mundial 2018. O filme retrata a chegada do hip hop à Bahia e a maneira como o movimento conquista a juventude da periferia de Salvador e como eles encontraram meios alternativos para se comunicarem, através de rádios e jornais comunitários e o famoso “boca a boca”. O movimento surgiu nos Estados Unidos da América, mas ao chegar à Bahia tem uma apropriação muito particular, o que dá ao movimento características locais. Já o filme, assim como o RAP071, nasceu no Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), pel

Enredo de novela; história real - grupo Nois Por Nois lança webvídeo 'O Homem Invisível'

"O homem invisível, claro que é possível. O homem invisível, impassível" O enredo muito se parece com o de uma trama global, dessas que a pessoa assiste na TV, mas finge não ver a mesma cena do outro lado da janela. Um jovem da periferia que está cansado de se encontrar invisível para a sociedade e acha no crime uma forma de deixar o anonimato. O fim dessa novela todos já sabem... A história do 'O Homem Invisível' é contada na nova música do grupo Nois Por Nois, formado pelos rappers Jhomp e Elton (SAQK). A faixa estará no novo disco do NPN, intitulado “T.E.M.A” (Terror Em Máxima Amplitude), que será lançado ainda neste ano. Crias da Baixa do Petróleo, na Cidade Baixa de Salvador, os MCs do

Love song em um trap bem envolvente - Ouça e assista o single Matéria-Prima, de Yan Cloud

Preparem-se para ouvir um trap bem envolvente, com uma letra que lhe instiga o acompanhar do enredo da relação e te traz para dentro dos dilemas (bons e ruins) do amor. Um pouco mais de um ano após o lançamento do seu primeiro EP (Alívio), Yan Cloud soltou um single com muito sentimento; na letra, no clipe e no groove. A love song batizada de "Matéria-Prima" vem à tona com uma produção audiovisual diferenciada, com destaque para o roteiro encaixado na letra, construindo os planos, dia a dia e barreiras superadas por um casal. O clipe dá razão ao já escrito por Rincon Sapiência: pretas e pretos estão se amando. Isso porque quem estrela na atuação é o próprio Yan, compondo as cenas em interaçã

A imagem do som: autodidata e cheio de referências, Celo Dut se mostra um artista multifacetas

'Imagem do som', essa talvez seja uma das melhores descrições para Celo Dut, rapper que vem a cada nova letra lançada transformando som em imagem. Ele tem apenas 21 anos, mas não faltam referências musicais e talento para tornar-lo um artista de multiplas facetas. Para falar apenas em instrumentos que ele sabe "tirar som", tem violão, piano, baixo, bateria, percussão e, ainda sem dominar 100%, o violoncelo. Ual!! Tudo começou ainda quando criança. Com apenas 9 anos, Celo Dut abriu um show no Parque Costa Azul da banda 'MezaDut', formada pelo seu pai e seus tios, todos "pretos de dreadlook, palosos, barba descolorida, saia, coturno e cadaço de cada cor", como bem lembra o rapper. Detalhe que

Direto de São Francisco do Conde, banca T.W. promete movimentar cultura hip hop na cidade

Tudo começou em meados de 2013 quando um grupo de colegas da escola começaram a brincar de fazer rap. A história, um tanto comum hoje em dia, teve início em um "solo ainda fértil" da cultura hip hop: trata-se da cidade de São Francisco do Conde, localizado na região metropolitana de Salvador. Hoje, os amigos saíram da "diversão na época da escola" para começar a valorizar "a proporção e importância na vida" que o rap tomou. Essa é a história por trás da banca T.W., sigla para 'The Wolves" ou "os Lobos" Banca atualmente é formada por Ruan Matheus, na parte audiovisual, e pelos MCs Nego Dan, Victor Santos (V.S.), Danny (DM), Levii, e David Dantas (D.A.) - na ilustração, da esquerda à direita,

Em ritmo de deboche, Guilherme SK e 2Kike soltam a track BrejaGang

Os rappers SK (Frontline RAP) e 2Kike (do coletivo e selo Balostrada Records) uniram suas habilidades e deram vida a 'BrejaGang', lançada na ultima terça-feira (27). A filmagem e edição é assinada por Marcelo Ferreira, do coletivo e produtora 'Primitive XXI Records', que costuma fazer as produções da Frontline RAP e outros artistas. A música foi gravada no estúdio NaCaladaRec e conta com o instrumental do som assinado pelo beatmaker Portugal. Apresentando bastante sintonia, os dois rappers distribuem linhas originais onde até o king do rap BA, Vandal de Verdade, foi lembrado. A bebida lean, que já era famosa na cena gringa e ganhou grande repercussão recentemente no rap nacional, foi tratada

'O Pai Tá Chato': conheça o segundo single do projeto mensal do grupo 'Não Pode Ser Nada

"NãoPodeSerNada é HIT!", essa frase está cada vez mais se tornando conhecida na cena. Dessa vez, o grupo Não Pode Ser Nada lançou no último dia de fevereiro a música “O Pai Tá Chato”, segundo single do projeto 'Dia de Maldade', que promete divulgar uma música por mês. Confira a música: "Cheio de estilo, o pai tá chato! Desce um combo, tô chapado. Fogo na blunt e elas descem. Fogo na pista e elas descem" Assim como o primeiro single 'Bote Esse', 'O Pai tá chato' promete ser mais uma música que não vai sair da sua cabeça. O webvídeo contou com a produção da Gambiarra Áudio Visual, beat de Penacho e com a gravação e mixagem realizados no NPSN Records. Assista e ouça "Bote esse”, primeiro clipe

© 2020 - RapZeroSeteUm - Todos os direitos reservados