Numb reaparece na cena com som e videoclipe inéditos em homenagem ao Novembro Negro

A letra de Dual #Deusepretx não é nem de longe um mero detalhe que deve ficar em segundo plano numa matéria sobre o lançamento do mc Numb, em comemoração ao Novembro Negro. Mas, vale deixar registrado ainda nas primeiras linhas, que a fotografia do videoclipe se destaca logo nas primeiras cenas. É forte, impactante, sensível e belo. O lançamento aconteceu exatamente no dia em que se comemora a Consciência Negra (20 de novembro), através do canal do YouTube do selo Maximus. Em Dual #Deusepretx, Numb traz uma reflexão sobre religiões e questiona definições e características do Deus católico, por exemplo. Em outras palavras, o mc provoca uma discussão que costuma ser polêmica sobre a intolerânc

Ouça “Fantasmas”, primeiro single do álbum "Horas Antes De Um Reboot", de K.Mendes

Mesclando o subgênero do R&B com Trap e algumas influências do metalcore, Bruno Pereira, ou melhor, K. Mendes, como é conhecido na cena, traz em mais um trabalho: “Fantasmas”. Esse é o primeiro single do seu álbum "Horas Antes De Um Reboot", que tem lançamento previsto para janeiro de 2018. OUÇA O SINGLE – FANTASMAS Produzida em 2016, a música se trata de um momento introspectivo e essa foi a maneira que K. encontrou para descrever a situação de depressão em que se encontrava. Ele comenta que ‘Fantasmas’ é um som para ser um apoio às pessoas, para entenderem que não estão sozinhas. “Sinto que esse álbum pode mudar muitas vidas, assim como alguns álbuns que ouvi salvaram a minha” Sobre a prod

Santo Pecador: Átila Colin leva vivência e críticas em cima do trap no seu novo EP

"É bala, o terrorismo não para! Hoje o jornal local mostrou mais um corpo na vala. Nessa guerra de todos contra todos é fácil ver, que é muito fácil matar e difícil mesmo é viver" Sempre com letras duras e fortes críticas sociais, o rapper Átila Colin voltou a surpreender a cena com mais um EP de peso. 'Santo Pecador' foi lançado em outubro de 2017, três anos após o rapper divulgar o EP “Sábio”, que ganhou grande notoriedade na cena em 2014. Dessa vez, o rapper do Engenho Velha da Federação chegou em cima do trap. Nas cinco faixas do trabalho - sem contar o poema-introdução do EP -, Colin reforça as críticas contra a corrupção no sistema político brasileiro, o aumenta da violência e o genocí

Versu2 expõe "labirinto" cruel da vida pós moderna em 'Alerta ao Aleatório' e anun

Quem um dia abriu a boca para falar que o rap produzido na Bahia não consegue evoluir para analogias de outras referências que não seja a realidade da desigualdade social, precisa ouvir Versu2 e o seu mais recente single, "Alerta ao Aleatório". O grupo, outrora composto por Cosca e Mobbiu - caras conhecidas na cena local -, recentemente recebeu o reforço da produção musical de Raffa Muños, que desde então assina o que sai de som por lá. Já a letra de "Alerta ao Aleatório" traz reflexões sobre "o cuidado que devemos ter num mundo cada vez mais aleatório, urgente em suas demandas, a luta predatória do imediatismo", como aponta a própria divulgação. Ouça a música e assista o clipe! Outros debat

Já ouviu falar em Expressão Oculta? Grupo do subúrbio chega com letras críticas em "Fatos Humil

Eles têm pouco mais de um ano de formado, mas foi só no final de 2017 que o grupo Expressão Oculta decidiu divulgar as suas letras repletas de relatos e vivência. Saíndo do subúrbio de Salvador, os rappers Dumano, Zoi e Mateus chegaram mostrando o tom crítico do grupo na música 'Fatos Humildes', primeiro lançamento oficial do Expressão Oculta. Escute 'Fatos Humildes' "Os negros se matando é isso que eles querem/ mídia te manipula tipo marionete/ as malas do Geddel são só a ponta do iceberg" (trecho do rapper Dumano) A inspiração do grupo, conforme eles mesmo afirmam, é nas suas próprias vivências, completadas pela família e pela comunidade do subúrbio da capital. Para os jovens, apesar "de t

Representante da Bahia em BH, Bert fala sobre projetos, influências e muito mais

Alberto Simões é o nome da fera! Bert é o apelido do mc que irá representar o nosso estado, a Bahia, na maior competição nacional de freestyle, em Belo Horizonte, debaixo do viaduto Santa Teresa, dias 25 e 26 de novembro. Aos 18 anos, o mc que mora na Boca do Rio com os avós, tia e mãe, tenta conciliar a faculdade de jornalismo com a música, apesar da preferência de rimar em cima dos beats aos estudos formais. Confira abaixo o papo que batemos com ele! Como e quando foi sua aproximação com o rap? Ouvindo samba em casa, com 8 anos. Descobri Marcelo D2 e fui gostando do ritmo e da forma diferente de se expressar, depois veio Racionais e aí só foi virando necessidade e amor. Quais foram/são sua

Somaloca faz clipe de cypher e reúne nomes de duas gerações do RAP BA; assista!

Nomes de duas gerações diferentes do rap baiano se encontraram na primeira Cypher do Somaloca - coletivo de mc´s e dj´s de Salvador -, lançada no último dia 13 de novembro. Os caras já vinham ganhando notoriedade na cena pelos frequentes eventos realizados aos domingos, no Espaço Cultural Zimbabwe, em Tancredo Neves, onde recebiam outras galeras e músicos para uma festa black. No clipe, que conta com a direção de Ramires AX, a banca invade um prédio, aguarda a chegada do carro que traz a alta cúpula e se reveza na sequencia de rimas, em cima de um beat bem versátil na variação entre boombap e o trap. "A ideia foi justamente reunir diferentes galeras do rap numa só música e, de preferência, p

"Nós Chegou" lança clipe em parceria com o D Ideia e leva música de protesto para o Centro

"Pra quem desacreditou...e aí? Nós chegou!". Além de ser o refrão da faixa Desacreditados, do Coletivo Nós Chegou, essa frase resume bem o processo que, não somente o rap no Brasil e na Bahia, mas também essa banca oriunda do Rio Sena vem desenvolvendo em Salvador. Sob as rimas de Mc Feijão, Ítalo Pereira, Mawenzi MC e Secão, eles lançaram no último sábado (18), em parceria com o D Ideia, na Casa SE7, no Santo Antônio Além do Carmo, o clipe oficial da música, em tempos que realizavam também a segunda edição do Rap Soul, com apresentações de outros grupos e mc´s e batalha de rima, ganhada por Shoock. Sobre a aproximação com o D Ideia, Mc Feijão conta que conheceu o coletivo a partir de um ami

15 anos depois de "Eu Sou 157", Paranética faz o "O Plano" e mete mão novamente

Se em São Paulo, o plano de Mano Brown e Ice Blue, em "Eu Sou 157", foi frustrado pela polícia, em Salvador, na Bahia, Twitch Vândalo e Chagas Mc não deram o mesmo vacilo e executaram "O Plano" perfeitamente, exatamente 15 anos depois. Esse é mais uma faixa lançada pelo grupo Parenética Rap, nesta segunda-feira (13), som pesado que chega pra somar nas novas produções da cena rap BA. O single 'O Plano' tem a produção de DarkBeat, que chegou com um beat na levada TrapCriminal. A música relata o plano de um "assalto a banco", onde os Mc's Twitch Vândalo & Chagas MC's são expropriadores do estado. Mentor desta ação, Vândalo conta ter se inspirado no Manual de Guerrilheiro Urbano, de Carlos Mar

Esperado disco d'OQUADRO, "Nêgo Roque" é lançado virtualmente

Quem esperou ansiosamente pelo disco novo da banda ilheense OQuadro pode comemorar porque Nêgo Roque nasceu e está batendo certo nas principais plataformas digitais. Depois de cinco anos desde o lançamento do primeiro álbum, o “Nêgo” chega com arte de capa assinada pelo artista plástico Márcio MFR e com produção em parceria com Rafa Dias (do ÀTTOOXXÁ). Entre os parceiros convidados para participar do processo de produção do disco, estão: Raoni Knalha, BNegão, Emicida, Indee Styla, Pedro Itan e DJ Gug. Clique aqui e ouça Nêgo Roque. (Ilustração da capa, feita por Márcio MFR) Gravado no Estúdio T, em Salvador, com mixagem assinada por André T. e a masterização por conta de Felipe Tichauer (US)

Grupo Raro Efeito lança mais um single no ano – Assista ao clipe de “Alto Valor”

O grupo Raro Efeito, composto por Ventura, Icaro Tk, Fiaz e Dj Peluzo lançou na ultima terça-feira, 07, o single “Alto Valor”, em clipe no Youtube. A faixa conta com a produção de Lêzera beats, gravado no Balostrada Records, mixado/masterizado pelo NaCalada e direção do vídeo por Edvaldo Santos. Os caras já haviam lançado outros sons em 2017, como a música “Honra”, com participação de Pináculo, Razz e Borr, e “Sussu”, ao lado de Vuto. Em “Alto Valor”, os três mc´s apresentam letras que misturam devaneios da relação homem x mulher e situações de uma vida regada de conflitos sociais. “Rima de alto valor Verso, apresso é caro Cheiro de ouro no faro Sempre to calmo no trago”

Do beat ao mic, Man$ha domina nova faixa do Frontline RAP; veja o clipe

Quem assiste o clipe da faixa "Queda de Meus Manos" - terceiro lançamento do grupo Frontline RAP em três meses - não imagina que esse é o primeiro trabalho solo de Matheus Santos, o Man$ha, no comando do microfone. Até então, o jovem de 19 anos assumia a responsabilidade de produzir as músicas do grupo, distante dos vocais, a exemplo dos beats de "Big Bang" e "Plano A", singles lançados pelo Frontline neste ano. Dessa vez, SK (Guilherme Almeida) e Asck (Alon Rodrigues) deram espaço para o beatmaker da crew mostrar suas investidas na escrita e no vocal. "O foco é louco para fortalecer a quebrada / empregando o máximo de irmãos que conseguir / porque dessa vida você não leva nada / então pense

© 2020 - RapZeroSeteUm - Todos os direitos reservados