O que você não sabe da Cypher "VIDA REAL" Correria contou ao RAP071 - Confira!

"Na real, eu quis reunir o bonde depois de uma matéria nacional aí, falando que ciclano quis pegar beltrano. Ao invés de fazer um som só com Baco, preferi chamar os manos e mostrar que o rap da Bahia está acima de qualquer treta, tá acima do ego". É com esse relato direto que Correria, Mc baiano radicado em São Paulo, explica o nascimento da Cypher "VIDA REAL", música que reúne seis renomados Mc´s da capital baiana. "Disputa de ego, esse dom renego deixo pra esses pregos que não tem visão uma pá de vacilão agindo na emoção fazendo da cena Hopi Hari, Jão" (Correria - VIDA REAL) Além do proponente, Makonnen Tafari, Baco Exu do Blues, Lukas Kintê, Vandal e Ravi (Nova Era) completam o time da

Série do RAP071 sobre LGBTQ+ traz mais duas entrevistas em homenagem ao Orgulho Gay

O site RAP071 volta com a série #LGBTQ+, iniciada há pouco mais de um mês em comemoração ao Dia Internacional Contra a LGBTfobia, por um ótimo e pertinente motivo: O orgulho gay. Hoje, 28 de junho, se comemora o Dia Internacional do Orgulho Gay e preparamos duas matérias que trazem à tona uma nova cara do movimento Hip Hop que tende, ou pelo menos deveria, incentivar e reforçar a inclusão, representatividade e respeito aos artistas que levantam esta bandeira, seja no discurso, nas letras ou no comportamento, por exemplo. Acompanhe a série LGBTQ+, do RAP071 Para falar sobre essa representatividade LGBT no rap, conversamos com o rapper Rico Dalasam, que nos contou sobre a sua relação com a Bah

Chegando de Bonde, grupo de Pituaçu chega para mostrar 3º Lado da Moeda. Conheça:

Morar na mesma região, conviver com a cultura hip hop e construir amizades no rap. Com todas essas características, fica fácil formar um Bonde. Um Bonde mesmo, já que é assim que o 3LDM (3º Lado da Moeda) se define. Originário do bairro de Pituaçu, o grupo é composto por City Black, MC Klad, Theeric, Juan Gomes, além das colaborações de Isaías Santana e Matheus Lima. A união do 3LDM foi recente, mais precisamente em outubro de 2016, com o lançamento da musica do MC Klad com part. City Black, chamada "Choque de Realidade". A música fala sobre as suas vivências na região onde nasceram e das injustiças sofridas pelo país, trazendo também o verso "Esse é o terceiro lado da Moeda", que deu origem

"Ousadia" e "Personalidade" são as palavras que descrevem o primeiro trabalho so

Com nome baseado na crença de matriz africana que significa “Mestre dos Segredos”, Oluô, residente do Bairro do Coroado, traz na bagagem a passagem pelos grupos Outra Vidda e Risco 88. Neste último foi onde ficou conhecido pela produção musical forte e rimas irreverentes, com destaque para o hit “Coca-Cola”, uma marca de identidade com o seu público nos shows nos shows feitos na época. Composto por momentos agressivos e swingados, “Transe a Vida” reúne alguns Mc's e beatmakers, dentre eles: Mobbiu, Doga Love, Magum, Raif, Márcio M.U, Representativo, Di Beats e Omito beats. Além das vozes marcantes de Pablo Pitombo (Efeito Manada) e PH. Ouça o EP "Transe a Vida" completo. O EP ”Transe a Vida”

'O Trem Bala' sai a todo vapor e leva letras diretas sobre a guerra nas favelas: "a mai

“O Trem Bala vai passar, melhor não se desesperar!”. O recado foi dado logo nas primeiras linhas por Xarope MC, e ele não estava errado. Ao lado de Jhomp (Nois por nois), Torre e High (Contenção 33), ele chegou com linhas duras para falar sobre a realidade vivida pelo povo preto na periferia e a guerra que destrói todo dia a vida de pais, filhos e famílias. A cypher, lançada nesta semana com produção do Rap Cultura em parceria com o Rap Box, não tem muita enrolação ou meias palavras. Os rappers chegaram como um verdadeiro Trem Bala para deixar claro que o crime não compensa, é apenas uma situação ilusória. Mas entrar nessa vida nem sempre é uma escolha, principalmente quando já se nasce dent

Três mic's e um beat: assista "Mar de Rosas", primeiro single do Hora do Rush

Alguma música tinha que representar o pé na porta inicial dos trabalhos do Hora do Rush (HdR), e para cumprir o momento com maestria, "Mar de Rosas" foi lançado no último dia 13 (terça-feira) pelo grupo de rap recém formado na capital baiana. Na linha de frente, três microfones: Bart (Davi Bartilotti), Lisérgico (Paulo Junior) e SMK (Gabriel Montes). Já os beats que embalam o trio são assinados por Karim. A faixa conta ainda com a mixagem e masterização de Dactes. Mar de Rosas é nosso primeiro lançamento oficial, apesar de já termos pelo menos oito sons prontos e bem ensaiados, e desses, três estão para serem lançados", comenta Bart. Na composição, você vai ouvir algumas metáforas sobre as i

Mobbzilla divulga primeira faixa do álbum "BluePrint" com participação de Dark MC; ouça &q

Mobb e Dark, certamente você já ouviu falar no nome de um desses MC’s. Considerados destaques da cena de rap baiana, os rappers agora se unirem para mandar um recado: “Quem conserva sua língua preserva sua alma”. O papo reto foi dado no single “Preserve-se”, faixa do álbum “Blueprint”, trabalho solo de Mobbzilla e com lançamento previsto para agosto. O clipe foi gravado por Fernando Baggi, em mais uma produção da DuSolto Films, no bairro do Rio Sena. A localidade tem uma importância especial para o rapper Dark, que nasceu, cresceu e mora na região. Ele, que sempre traz letras duras sobre a realidade na periferia, afirmou que a música busca “alertar aos nosso que preservem-se”. “Reagiu é latr

Mago Davizera lança faixa "Copos pro Alto", sua quarta música desde maio; ouça

Você pode chamá-lo de Beirando Teto, Davizera, NauseaRecords, ou até mesmo Mago/Bruxo. A verdade é que Davi Nadier deixa a sua marca a cada show ou som novo que ele coloca nas ruas. Seu estilo psicodélico e melancólico está presente em cada beat e letra que produz. E em produção, a Nauseareacord não para de lançar novidades, a última foi a faixa "Copos pro alto", sua quarta música no canal desde o dia 1º de maio. "tipo ronaldo nazáreo menos com a polícia nazárea ele dribla ele corre pra dentro ele chuta com as braçadeira pesada olheira de alma penada com os boot recém-lançado uns escolhem emprego outros pente adaptado" Com exceção de alguns remix, davidzera produz os próprios beats,

Após primeiro EP, Não Pode Ser Nada almeja voos altos e já trabalha em novo disco

Foi entre as ruas de São Caetano, que os amigos Raul, Fabinho e Raal perceberam que a vida “não pode ser nada”, mas sim que ela “tem que ser tudo”. Essa é a filosofia que originou o grupo que vem conquistando a cena trap de Salvador e segue alçando novos voos Brasil a fora. Eles lançaram no mês de maio o seu primeiro EP, que leva o nome do próprio grupo Não Pode Ser Nada (NPSN), e agora já planejam o primeiro disco. Ouça o EP completo “Não Pode Ser Nada” Foi mais precisamente em outubro de 2015 que os amigos de São Caetano decidiram se unir. Eles já tinham trabalhos solos e faziam parte do selo Back To Back quando se juntaram ao Dj Rubi e criaram o NPSN. A criação do grupo também tem outro g

Grupo 'Quinta Esquina' mostra importância do movimento hip hop para a cultura do Recôncavo B

Santo Antônio de Jesus carrega um peso histórico para o estado da Bahia. A região do Recôncavo Baiano serviu de fluxo para o tráfico de escravos, principalmente durante o século 19, o que fez o município hoje ser rico em referências negras. Apesar disso, a cultura hip hop demorou para ganhar seu espaço na cidade, que sofre com o marasmo cultural e a falta de oportunidade para a cena rap. Foi aí que, entre as esquinas de St. Antônio de Jesus, jovens movimentados pela necessidade de novos espaços culturais criaram o coletivo Quinta Esquina, em 2015. Hoje eles se tornaram um grupo, formado por Val, Bardo, DaReal e Roocki, além da participação do DJ Rafiusk, que participa do coletivo de discotec

RAP071 invade Morro de São Paulo e conta como foi o "HipHop in Paradise"; assista

A cerca de 150 km de Salvador, Morro de São Paulo é uma verdadeira ilha paradisíaca dentro da Baía de Todos os Santos. Ferry, ônibus, balsa... todas as dificuldades para chegar na ilha são esquecidas logo nos primeiros passos dentro do paraíso. Paraíso este que recebeu no final de maio a segunda edição do "HipHop in Paradise", evento que reuniu grupos de diversas regiões do estado. Áurea Maria, Saca Só, Khriz Santos, HolyWeed, Quinta Esquina, Pacaia Roots, MC Jay e Django. Essas foram só algumas das atrações que participaram da festa, reunindo artistas de cidades como Salvador, Santo Antônio de Jesus, Valença e Ituberá. Também tiveram presenças nativas de Morro de São Paulo, como o grupo Hol

Em resposta a rima sobre estupro, Bonde do Descarrego manda recado: “meça suas palavras, as amigas e

A cada 11 minutos uma mulher é estuprada no Brasil, mas esse dado alarmante não parece ser suficiente para evitar a apologia ao estupro fantasiada de rima. Caso recente disso foi quando o MC Pelé Milflows disse ter estuprado a irmã do seu adversário, e sair aplaudido pelo público presente na Batalha do Tanque-RJ. Mas, dessa vez, sem tomar o espaço das minas, a resposta a Pelé MilFlows foi dada aqui de Salvador, mais precisamente pelo grupo Bonde do Descarrego. Confira: Apesar do foco ter sido o Pelé MilFlows por conta da situação durante uma batalha, a ideia principal da música é chamar atenção e levantar o debate sobre a cultura do estupro e da violência a mulher. Em um bate papo com o RAP0

© 2020 - RapZeroSeteUm - Todos os direitos reservados