Venas lança seu primeiro single, com sagacidade de veterano - Ouça e assista "$alva Nada"



"Não adianta de nada ter um milhão de views nas prateleiras eletrônicas e nenhum coração tocado". É com esse direto na ponta do queixo que Carlos Alexandre Dantas, o Venas, explica a escolha da sua forma de se expressar na faixa "$alva Nada". "Acho que é a maneira que eu encontrei de fazer com que pelo menos uma pessoa me escutasse e absorvesse a mensagem", complementa. Os versos praticados na música foram inspirados na vivência do próprio músico em Salvador e perpassa pelo preconceito e racismo que impera na sociedade.

Dentre as temáticas de inspiração, a segurança seletiva - que só existe para quem é branco e rico -, o genocídio promovido pelas facções e as mortes nas periferias, que não são retratadas pela mídia, mas quando retratadas, sempre são mostradas no intuito de culpabilizar a vítima, de acordo com o mencionado por Venas.

"Abordei esse assunto como forma de denúncia e revolta contra os abusos e retirada de direitos do povo preto", conta Carlos Dantas ao RAP071; ele que integra o Coletivo Roupa Suja e a banca Lápide Rec. O jovem aproveita a explicação sobre o assunto escolhido na música para pontuar que "as pessoas esquecem que o rap é resistência e herança deixada pelos antepassados negros, mortos por uma classe branca suprematista e racista".

"Minha mãe me diz para eu parar de fazer rap / seria diferente se eu aparecesse com um cheque"

De acordo com Venas, as pessoas precisam ser lembradas também que em Salvador, morre um jovem negro brutalmente assassinado a cada uma hora e quinze minutos. "Não é inspiração, é vingança", resume, quando questionado sobre as motivações para a composição da faixa.

Apesar de ter sido lançada como um single, "$alva Nada" irá compor o EP "Aldeia Hits", que tem no seu mote principal a produção e beats feitos por produtores "não conhecidos" na cena rap de Salvador, e abordando assuntos que, de acordo com o próprio MC, pode trazer coisas boas ou resultar numa perseguição, como acontece com a maioria dos artistas marginalizados.

Mas não é somente a música que preenche as horas laborais de Venas. O jovem de 22 anos, morador do bairro São Caetano, é também videomaker, poeta, roteirista, diretor e editor, de acordo com o divulgado pelo mesmo. Já o clipe de "$alva Nada", tem takes gravados em quatro lugares: Praça do Amor, um estacionamento e no Hostel Fusion, todos no Pelourinho; e na Praça da Sé, localizada no Centro Histórico de Salvador.


© 2018 - RapZeroSeteUm - Todos os direitos reservados