Simples Rap'ortagem eleva o rap até a Mostra Sesc de Música; grupo foi homenageado com troféu po


O grupo de rap mais antigo em atividade na Bahia continua escrevendo seu nome na história da música, do hip hop e da cultura regional. Essa é a saga destinada à Simples Rap'ortagem, que conquistou o feito de ser homenageado pela segunda vez na Mostra Sesc de Música, no último sábado (23), em evento realizado no Teatro Sesc Casa do Comércio. A primeira edição que contou com a presença de Jorge Hilton e Preto Du (ambos cantores do grupo) foi ainda em 2012, mas somente neste ano eles conseguiram ser lembrados não só por uma, mas por duas composições autorais, levando para casa um significativo troféu. Foram elas "Vinho de Vinte" e "Sala de Justiça".


As duas faixas compõem o álbum homônimo à primeira das músicas homenageadas, Vinho de Vinte, lançado em fevereiro de 2015. "É uma música com características biográficas da carreira de Jorge Hilton e carrega na letra algumas referências que influenciaram ele nesses mais de 20 anos de estada", explica Preto Du, sobre a faixa que foi composta para comemorar o aniversário de 20 anos da Simples. Já a canção Sala de Justiça traz uma crítica ao poder judiciário brasileiro. "Nela utilizamos uma analogia com a Liga da Justiça, fictícia equipe de super-heróis animados, utilizando do humor para cumprir a missão da música", conclui Preto Du, músico que, pela habilidade com a escrita, foi o primeiro colunista do RAP071.

Idealizador da Simples Rap'ortagem desde o nascimento do projeto até os dias atuais, Jorge Hilton comemora o feito e aposta em novas conquistas no caminho do grupo. "É fundamental ser original no que faz e ser coroado por dois anos na Mostra Sesc de Música é resultado de tudo isso. E ainda estamos só no começo", promete o músico.

Mas Jorge também identifica que a trajetória é contínua e que é preciso estar em atualização constante para acompanhar o movimento e suas demandas. "Vejo que o Hip-Hop é dinâmico, sempre estará se renovando e é preciso acompanhar esse processo aberto ao novo. É importante saber o que se quer e persistir investindo, com resiliência e estratégia para obter resultados", analisa.

A Mostra Sesc de Música selecionou 18 músicas por uma curadoria formada por André Simões (Andrezão), Marilda Santana e Raimundo Sodré, profissionais com reconhecida atuação no campo da música, de acordo com o trecho retirado do própria site do evento. A iniciativa tem como intuito contribuir para o desenvolvimento do âmbito musical autoral e valorizar as qualidades dos artistas da cena musical baiana.

Ouças as músicas:




© 2018 - RapZeroSeteUm - Todos os direitos reservados