Formado em 2008, grupo de Alagoinhas 'Sangue Real' alerta sobre realidade da periferia



O sangue que escorre nos morros não é de ficção, é Sangue Real e isso precisa ganhar voz. Essa voz que chega para alertar sobre a realidade crua da periferia vem de Alagoinhas, cidade baiana com mais de 150 mil habitantes. É de lá que o grupo Sangue Real vem desde 2008 gritando nos mics sobre o dia a dia no gueto.

Atualmente formado por Adriel Bicho Solto, Mc Mamah, Deny (backvocal) e DJ Edy Soares, o grupo já tem construído uma longa trajetória no rap baiano. Sua primeira mixtape foi o 'Ataque Terrorista', lançado em 2009 e que rapidamente ganhou destaque em Alagoinhas.

Ouça a música Ataque Terrorista, do grupo Sangue Real

Originários da comunidade de Santa Terezinha, Sangue Real já desenvolveu trabalhos em comunidades carentes de Alagoinhas e região. Em 2012 eles gravaram a sua segunda mixtape Ataque Terrorista II, que teve boa aceitação do público e fez o grupo subir em palcos de outras cidades da Bahia e do Nordeste. Na capital Salvador, o grupo chegou a fazer show com Facção Central e A286. Já na capital pernambucana, em Recife, Sangue Real abriu o show do rapper Criolo.

Em 2017, o grupo de Alagoinhas movimentou o rap baiano com mais um lançamentos: Décima Primeira Praga. A música, que já tem mais de 2,5 mil visualizações, faz parte do álbum "Pela Paz que Narramos a Guerra", que está em fase de produção e deve ser lançado ainda neste ano de 2017.



© 2018 - RapZeroSeteUm - Todos os direitos reservados