Em noite de véspera de feriado, DHZ Beats reúne rap baiano e nacional no Alto do Andú; saiba tudo qu



Era véspera de feriado de Tiradentes quando o público chegou ao Alto do Andú para mais uma edição da DHZ Beats, evento produzido pela Dahaze. A festa reuniu grupos e artistas baianos e nacionais que vêm chamando a atenção e roubando a cena, como BK, ModestiaParte, Vandal, Dalsin, Shoes MC e Rakavi, além das participações especiais que movimentaram os shows.

O rapper baiano Shoes MC foi o primeiro a subir no palco e levantar o público da DHZ Beats ao lado do MC Álvaro Réu, cantando músicas do seu álbum “DDUS”, sigla “Diagnósticos do Último Surto”. Logo após, veio o grupo de Aracaju-SE, Rakavi, comandado por Logri e Silver. Durante o show do grupo ocorreram problemas técnicos, como várias quedas de energia, impedindo que eles continuassem o show.

Shoes MCDDUS

Ouça o EP "Diagnóstico do último surto (DDUS)", do Shoes MC

Esses acontecimentos geraram um atraso de mais de 2 horas e a redução do tempo dos shows de outros artistas que ainda iriam se apresentar. Parte do público ficou insatisfeito, desacreditado e indo até embora, mas uma outra parte continuou se divertindo, fazendo freestyles, batalhas de Mcs e aproveitando o tempo de pausa, como a advogada Josane, 26 anos, que tem gosto pelo rap baiano há mais de sete anos e estava adorando a festa:

-“Gosto muito, acompanho desde 2009 e a gente vê uma evolução, apesar de lenta, mas tá tendo. Os eventos rolando, a galera tá conseguindo viver disso e vai pra frente mais ainda. Tô achando a festa ótima, acho que foi um evento bastante importante, trouxe as bandas locais”, disse Joseane.

Em torno de 2h da manhã os problemas foram resolvidos e o grupo Rakavi continuou a sua apresentação agitando a galera. Após o grupo sergipano, foi a vez do rapper do cenário baiano mais esperado da noite: Vandal. “Tô muito ansiosa pelo show de Vandal. É um dos melhores cantores no cenário do rap de Salvador”, conta a estudante de 21 anos, Beatriz Carvalho.

Ele cantou músicas de sucesso como “BALLAH IH FOGOH”, “BOOKROSAH”, “VEMH NIH MINH” e outros hits que fazem parte do seu álbum intitulado “TIPOLAZVEGAZH”. O show de Vandal contou com a participação do grupo soteropolitano Saca Só, que animou o público com a música ‘Bola de Neve’, junto com Ravi do grupo Nova Era. De acordo com algumas pessoas do público que conversaram com o RAP071, foi uma dos melhores shows do evento.


O quarto artista a se apresentar foi a principal atração e a mais comentada do evento: BK. Com a participação do MC JXVNS (JONAS), cantaram músicas do álbum “Castelos e Ruínas”, como “Caminhos”, “Amores, Vícios e Obsessões”, “Sigo na Sombra” e a galera soteropolitana foi à loucura. Além disso, o rapper também cantou a sua última track solo que foi um sucesso, lançada no final do ano passado, “Filho Do Fim Do Mundo”, que tem hoje cerca de 700 mil visualizações no Youtube.

Ouça o disco "Castelos e Ruínas", do rapper BK

O encerramento ficou por conta do grupo carioca ModéstiaParte, comandado por Maquiny e Orochi. A dupla cantou sucessos como “Goles Perdidos", “Ela Tem”, que foi o último lançamento, e “Te Encontrar”, música de maior repercussão deles e que fez o grupo ganhar reconhecimento.


© 2018 - RapZeroSeteUm - Todos os direitos reservados